Uncategorized

Como usar o site da Avon? Login, Senha e História da Avon

No canto superior direito da página você vai encontrar o link “Login Cliente”, que o direciona para uma tela para se inscrever no Facebook de forma super fácil. Depois de se inscrever, você poderá entrar com seu usuário e senha sempre que quiser. Um dos principais sites que os usuários precisam ter acesso é ao Avon Comigo, plataforma pela qual é possível fazer a captação de produtos da marca.

Como fazer login na Avon?

No canto superior direito da página você encontrará o link “Login Cliente“, que o direciona para a tela de registro e onde também encontrará um link para recuperação de senha.

Como faço para mudar a senha?

Quando você estiver logado na página, no canto superior direito você vai encontrar o acesso aos dados da sua conta. Lá você poderá editar todas as suas informações pessoais e até mesmo alterar sua chave de acesso.

História da Avon

Era outubro de 1966. Espanha viveu nervosamente o boom da moda jejé com a aparência da mini-saia: até Jackie Kennedy vestiu um. Os Beatles haviam se apresentado nas vendas meses antes e Grace Kelly visitou a Feira de Sevilha.

Todo o estrangeiro soava excitante e 20 mulheres com vontade de independência embarcaram em uma aventura: se tornaram distribuidoras de cosméticos. Avon revolucionou a casa americana de classe média, introduzindo maquiagem na rotina diária das donas de casa, mas também lhes deu a oportunidade de obter renda própria. Com o seu desembarque em Madrid prometia o sonho americano à espanhola. Como no famoso slogan, “Ding dong”, A modernidade bateu na porta.

Atrás da Avon vieram outras empresas de cosméticos de vários níveis, como Mary Kay, Oriflame ou Nu Skin. Irene em Alcalá de Henares, Raquel em Boadilla del Monte ou Yolanda em Gipuzkoa pouco têm a ver com seus predecessores Mary Kay ou Hinode, que nos anos setenta tiveram que convencer suas clientes a usar creme hidratante.

Têm estudos médios ou superiores, lideram suas próprias equipes e a maioria decidiu empreender por conta própria como forma de romper com o teto de vidro, ainda tão feminino, do mercado de trabalho.

De facto, o perfil médio da distribuidora na Europa é mulher, mãe e de 43 anos. Todas falam de mudança de vida, de negócio flexível, sem horários e sem investimento inicial, e da meritocracia como única forma de progresso, algo que, dizem, não teriam conseguido trabalhando por conta alheia. Mas como é possível que um negócio permaneça em vigor sem apenas ter mudado em décadas?

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *