Qualidade de vida

São organizações onde realmente o mais importante é a gente, com chefes que se comunicam de forma clara e escutam seus colaboradores.Chefes que se comunicam de forma direta e cotidiana com seus empregados, organizações que realmente aplicar o lema de que o mais importante é o seu povo e salários que levam os trabalhadores a ser bem remunerados, são as características das 25 melhores empresas para trabalhar na América Latina.

A lista, que acaba de tornar público da empresa de consultoria em recursos humanos Hewitt Associates e a revista América Economia, elaborou-se então de uma análise com base em 200 inscrições enviadas por igual número de empresas de 20 países da América Latina.
Após um trabalho de revisão por parte de um grupo de especialistas, foram selecionadas as 25 empresas que cumprem com os cinco requisitos considerados básicos para se tornar os melhores empregadores.

Na lista não aparece nenhuma empresa colombiana. O país com maior número de empresas deste ranking é o México, com 8 empresas selecionadas, seguido pelo Brasil com 4, Peru, com 3, com duas companhias estão El Salvador, República Dominicana e Chile e de uma companhia estão Argentina, Honduras, Venezuela e Guatemala.

A primeira empresa no ranking dos melhores empregadores é uma empresa de segurança de Peru, que também ganhou um importante reconhecimento no país por seu trabalho social, como quer que lida com um dos programas de inserção no mercado de trabalho para portadores de deficiência mais admirados.

Mas, o que fazem essas empresas, para que seus colaboradores estejam tão satisfeitos por trabalhar lá? Craig Bruce, líder da prática de consultoria de talentos e organizações da companhia Hewitt disse que “ainda quando essas organizações representam vários países, foi interessante descobrir através de nossa análise que todas compartilham cinco características comuns”.

Estas têm que ver, em primeiro lugar, com o tipo de liderança que se pratica. Os altos executivos dessas empresas “realmente pensam e tratam seus funcionários como seu ativo mais importante”. O estudo constatou que estas companhias 88 por cento de seus empregados acreditam que esta afirmação da cumprem seus chefes, enquanto que em outras empresas esta afirmação é partilhada com 52 por cento dos consultados. Esses líderes também são mais abertos em suas comunicações com os seus empregados, consultam-se amplamente aos seus subalternos.

Em segundo lugar, essas organizações desenvolvem programas de recursos humanos para otimizar o seu impacto no desempenho geral. A terceira característica é que essas empresas oferecem oportunidades de carreira e permitem a formação e o desenvolvimento dos colaboradores.

Em quarto lugar, existe um bom equilíbrio entre vida, trabalho e diversidade, isto é, que oferecem mais benefícios, programas e planos de trabalho flexíveis, através dos quais os empregados podem ter tempo para si mesmos e suas famílias. O quinto tópico tem que ver com compensação e reconhecimento, pois 80 por cento dos empregados destas empresas sentem que recebem um salário justo na relação com o mercado, contra 49 por cento dos empregados de outras empresas.

Qualidade de vida

Essas empresas se levantam como favoritas entre os seus trabalhadores após uma exaustiva análise realizada pela consultoria a mais de 8.000 organizações a nível mundial, depois de perguntar a seus 12 milhões de empregados e a estimativa é que grande parte desse percentual entre na disputa por emprego em 2020. Mas antes de enviar o currículo para qualquer companhia segure o desespero e confira aqui quais valem mesmo a pena o seu esforço e tempo para candidatar-se só às que valem mesmo a pena.

Nesta nona edição do Ranking mundial, as empresas norte-americanas ganham a batalha para as empresas europeias por dedicar mais esforços em criar locais de trabalho, em que os colaboradores se sintam eles mesmos. E é que, das vinte e cinco companhias reconhecidas, treze têm a sua sede nos Estados Unidos e uma no Canadá, contra as oito empresas europeias. Além disso, este ano, também foram premiadas três companhias da América Latina, a argentina, Mercado Livre, a peruana Belcorp e a brasileira Natura.

Além disso, nove empresas escolhidas neste ano por seus empregados como os Melhores Lugares para se Trabalhar em Portugal também estão no Ranking Mundial: Cisco, MARS, Stryker, SAS, The Adecco Group, American Express, Abbvie, Admirall Seguros e confortáveis.

As 25 Melhores empresas para se trabalhar no mundo

Este ano, o sector mais representado na lista das 25 Melhores Empresas para se Trabalhar no Mundo é o de tecnologias da Informação, com 36% de empresas pertencentes a este setor. Em seguida, encontram-se as empresas especializadas em serviços financeiros e seguros (16%), seguidas das de serviços profissionais (12%), as empresas industriais (8%), as empresas de hotelaria e restauração (8%), as que trabalham no setor de biotecnologia e farmácia (8%) e os pertencentes à área de saúde (8%). E, por último, as que trabalham no setor de transporte (4%).

  1. Cisco
  2. Hilton Worldwide
  3. Salesforce
  4. DHL Express
  5. Mars
  6. SAP
  7. EY
  8. Striker Corporation
  9. SAS
  10. Workday
  11. The Adecco Group
  12. Roche
  13. Mercado Libre
  14. American Express
  15. Adobe
  16. AbbVie
  17. Intuit
  18. Admiral Group
  19. Belcorp
  20. Scotiabank
  21. Atento
  22. Natura
  23. McDonald’s
  24. Santander
  25. AT&T/VRIO

Vai testar? Boa sorte!