Alimentação Saudável, Saúde

Como baixar triglicerídeos naturalmente – Veja essas dicas

Saiba como baixar triglicerídeos naturalmente, apenas com alimentação.

Confira.

Diferente da preocupação com o colesterol, muitos pacientes que recebem um diagnóstico de altos níveis de triglicerídeos no organismo acabam não dando tanta importância ao fato.

Entretanto, quando são negligenciados, os níveis elevados de triglicerídeos também podem estar associados a fatores de risco para o desenvolvimento de diabetes, e até doenças coronárias.

Por isso, é importante que se tenha cuidado e mantenha o corpo protegido de possíveis doenças causadas pelo triglicerídeos em níveis alarmantes.

E para prevenir esse problema e suas consequências, trouxemos aqui 5 dicas sobre como baixar os altos níveis de triglicerídeos de forma natural.

Como baixar triglicerídeos naturalmente

 

  1. Substitua frituras e alimentos

    baixar triglicerídeos naturalmente
    Chá verde ajuda a baixar triglicerídeos naturalmente

    processados por verduras, hortaliças e legumes

Faça a opção de uma refeição saudável, com verduras e hortaliças. Estes alimentos ajudam a reduzir os níveis de gordura no sangue, diminuindo dessa forma o excesso de triglicerídeos da corrente sanguínea.

  1. Esqueça os refrigerantes, tome muita água

Refrigerantes são um prato cheio para níveis excessivos de gorduras em nosso sangue, além do excesso de glicose desregulada que eles podem causar. Se você deseja baixar triglicerídeos naturalmente, a dica aqui é eliminar os refrigerantes de sua dieta e começar a tomar água. Pelo menos 2 a 3 litros por dia é o recomendado.

  1. Tome chás naturais

Chás à base de ervas naturais são excelentes para redução do excesso de energia acumulada que se converte a gorduras no sangue. Isso porque além de termogênicos, que ajudam na queima de calorias, a maioria dos chás naturais são diuréticos, em especial o chá verde.

  1. Faça exercícios físicos

Não há dúvidas, para reduzir o excesso de triglicérides, deve-se abandonar o sedentarismo e incluir as atividades físicas em sua rotina. Pode ser uma atividade leve, como uma caminhada, como também uma intensa. O importante é movimentar o corpo.

  1. Durma bem

Um sono de qualidade também auxilia na redução dos excessos de gordura no sangue. Por isso a dica é dormir o mais tranquilo possível por pelo menos 8 horas diárias.

Agora que você já sabe como baixar triglicerídeos naturalmente, mãos a obra para manter seu corpo saudável e definido.

Dicas de Saúde, Remédios, Saúde

A impigem é uma infecção na pele (micose) causada por fungos, que apresenta os seguintes sintomas: manchas avermelhadas com bordas que aumentam, coceira na pele, escamação na pele, pequenas vesículas de líquido claro que mais tarde se secam, amarelam ou ficam vermelhas.

As lesões causadas pela impigem são bem incomodas, mas você pode usar alguns remédios caseiros para ajudar no tratamento da doença. Lembrando que é sempre importante consultar um médico.

Vinagre de maçã

Com propriedades antibióticas e antimicóticas o vinagre de maçã é um bom remédio caseiro contra a impigem.

Modo de usar

Umedeça um pedaço de algodão com o vinagre de maça e passe sobre a lesão. Deixe secar naturalmente. Repita entre 3 e 5 vezes por dia.

Alho

Assim como o vinagre de maçã o alho possui propriedade antimicóticas, sendo indicado para o tratamento caseiro da doença.

Modo de usar

Descasque um dente de alho e corte-o em rodelas, e coloque sobre a impigem. Deixa agir durante toda a noite e retire pela manha. Repita todos os dias durantes uma semana.

Repolho

O repolho é indicado para acalmar o prurido causado pela lesão.

Modo de usar

Leva algumas folhas de repolho e depois amasse bem, até formar uma pasta. Passe essa pasta sobre a lesão, deixe no local por algumas horas, depois lave normalmente.

Açafrão

Por ser um anti-inflamatório natural o açafrão ajuda a secar as lesões da impigem.

Modo de usar

Faça uma pasta com um pouco de açafrão e vinagre de maça e coloque sobre a lesão. Use duas vezes por dia.

Babosa

A babosa é um ótimo remédio natural para diversos problemas na pele.

Modo de usar

Corte a babosa e passe o gel dela sobre as lesões, deixe secar naturalmente. Repitas várias vezes por dia.

Saúde

Pré Menopausa – Entenda como Ela Pode te Afetar e Como Combatê-la

A menopausa é o período onde toda as mulheres passam. É, basicamente, uma fase de transição entre o período fértil ou não da mulher, onde seu corpo já não mais corrobora para que seu sistema reprodutor funcione devidamente.

Essa nova fase, caracterizasse por reduzir a quantidade de hormônios sexuais ativos na vida da mulher. Essa redução hormonal passa a gerar inúmeros outros efeitos no corpo, como a menopausa e menos prazeres sexuais, que antes se mostravam mais ativos.

Como a pré-menopausa de evolui

A verdade é que a pré-menopausa não é diferente da menopausa comum. O que diferencia um caso do outro, é que seu período acaba sendo efetivo de maneira mais rápida e antes do esperado.

Nesta fase de transição, cada organismo acaba se diferindo com sua evolução. Em geral, a maioria das mulheres diagnosticadas com menopausa precoce se mostram em transição por 10 anos ao todo, podendo ser mais rápido ou mais lento, dependendo da mulher.

Principais sintomas

  • Ciclo menstrual menos intenso e gradativamente menor;
  • Insônia e irritabilidade durante o período de menstruação;
  • Diminuição de desejo sexual;
  • Espaço periódico entre um ciclo e outro cada vez maiores.

Tratamento

Em primeiro lugar, é necessário que seja sempre examinada por um médico. Deste modo ele poderá te indicar o melhor medicamento. Porém, os mais utilizados são os anticoncepcionais e DIU Mirena, que possuem uma quantidade grande hormônios, que podem ajudar a aliviar os sintomas da pré-menopausa.

Além disso, pode-se também encontrar alternativas através dos remédios naturais, que apresentam uma menor possibilidade de riscos como consequências. Os principais remédios são: a Erva de São Cristóvão, que possui inúmeras propriedades analgésicas e anti-inflamatórias ou então se aproveitar dos benefícios da couve-flor, que por conta da sua alta quantidade de magnésio, essencial para o alívio dos sintomas!

Temos também os suplementos naturais! Estes, são baseados em cromo e magnésio, que também são capazes de anular ou controlar os sintomas da pré-menopausa. E a Linhaça, que é rica em fitosterol, que possui as mesmas propriedades que o estrogênio, o hormônio feminino.

Saúde

Tatuagem pode ser definida como um desenho permanente feito na pele a partir do depósito de pigmentos insolúveis coloridos, ou não. Geralmente, a tatuagem é feita com agulhas especiais que atingem a segunda camada da pele, na região da derme.

Nos dias de hoje se tornou muito comum e fácil a prática de tatuar o corpo, nas cidades podemos encontrar diversos estúdios de tatuagem, além de profissionais especializados nesse trabalho.

Mas você sabia que a apesar de parecer uma coisa simples as tatuagens podem trazer alguns riscos para a saúde? Veja abaixo quais são eles:

  • O primeiro problema que pode acontecer com quem faz uma tatuagem é o surgimento de uma reação alérgica as tintas utilizadas, especialmente as cores vermelhas, verdes, amarelas e azuis. Essa alergia pode acontecer logo quando a tatuagem foi feita ou algum tempo depois.
  • A pele que foi tatuada pode apresentar um quadro de infecção, principalmente se o desenho foi feito em um lugar com baixas condições sanitárias. Pois, o tatuador precisa tomar uma série de cuidados para evitar que bactérias atinjam o lugar tatuado.
  • A queloide, que é crescimento excessivo do tecido de cicatrização no local de um ferimento já curado, é outro risco que pode acontecer ao se fazer uma tatuagem.
  • Assim como as infeções quem se tatua em locais com baixa condição sanitária fica exposto à doenças transmitidas pelo sangue, como a hepatite B, hepatite C e o tétano.
  • Queimadura em caso de ressonância magnética: nesse caso a pele tatuada pode reagir no momento do exame, provocando inchaços e ardor no local tatuado. O desenho também pode interferir na qualidade da imagem, e dificultar o diagnóstico de alguma doença.

E para quem está decidido a fazer uma tatuagem sabendo de todos esses ricos a dica é: procure um local e um profissional qualificado.

 

Dicas de Saúde

Vitamina K – Para que serve e onde encontrar

A vitamina K consegue dividir-se em k1, k2, k3 e também é lipossolúvel, podendo ser encontrada em alguns alimentos. Trata-se de daqueles que são de origem vegetal, ou seja, algumas verduras e legumes podem auxiliar.

É preciso mostrar que o K2 é produzido pela flora intestinal e a k3 pode ser produzida no laboratório. Resta citar que dá para encontrar em muitos suplementos e é totalmente absorvida por cada tipo diferente de organismo.

Para que serve a vitamina K?

A vitamina K é fundamental pra o organismo, porque consegue auxiliar em vários pontos que são essenciais. Por exemplo: coagulação sanguínea, portanto, contribui para a saúde dos ossos e pode ser usada em bebês prematuros.

Em tese, aprender mais sobre a vitamina K é algo realmente efetivo e dá para saber tudo sobre os benefícios. Assim sendo, é o momento mais acertado para citar e a seguir vai ser possível vir a conferir todas essas informações:

  • Ajuda na coagulação sanguínea– Isso pelo fato de auxiliar as proteínas a se transformarem em substâncias que vão contribuir para a coagulação correto do sangue, portanto, auxilia para existir uma melhor cicatrização.
  • Faz bem para os ossos– É muito importante para a saúde dos ossos, pois consegue facilitar a fixação do cálcio nos ossos. Por isso mesmo que é essencial comer alimentos que contenham a vitamina K.
  • Excelente para prematuros– A suplementação é realizada por meio desse tipo de vitamina, pois melhora o risco de existir hemorragia. A vitamina vai auxiliar a existir uma prevenção muito mais efetiva disso tudo.

Onde encontrar?

O consumo principal da vitamina K vai se dar por meio da suplementação, porém alguns alimentos podem auxiliar. Para tal, é de grande valia citar e a seguir vai ser possível três receitas que são muito efetivas:

  • Bacalhau com brócolis;
  • Salada com molho de morango;
  • Torta de espinafre.
Uncategorized

A vitamina D é considerada um dos principais nutrientes presentes no nosso organismo, isso porque ela também é considerada um hormônio, apesar de não ter a sua produção igual aos outros hormônios.

Essa vitamina tem ações muito importantes no corpo humano, como por exemplo, é responsável por atuar no processo de reabsorção de cálcio pelos rins e assim ajuda a manter a saúde óssea.

Ela também regula a quantidade de fósforo disponível no organismo através de mecanismos que aumentam ou diminuem a absorção do mineral, o fósforo é parte da membrana de proteção das células.

Benefícios da Vitamina D:

A quantidade recomendada, em média, de vitamina D por dia é de até 10000 unidades. Os principais benefícios apresentados pelo consumo adequado de vitamina D são:

  • Atua na regulação da pressão arterial: a vitamina D controla a rigidez das artérias, ajudando a controlar o aumento ou a baixa na pressão arterial;
  • Ajuda no combate a depressão: A vitamina D está diretamente ligada aos níveis de outro hormônio denominado Paratireoide, esse hormônio tem ligação com o humor e a apatia.
  • Ajuda no desenvolvimento  adequado de adolescentes: os níveis de vitamina D adequados ajudam a diminuir a obesidade em adolescentes e ainda ajuda no amadurecimento de todo o organismo.

Como consumir a vitamina D:

A vitamina D dispõe de duas principais fontes de obtenção, a primeira é através dos raios UV em contato com a pele, esse contato ajuda na produção da vitamina D no organismo através do colesterol.

Essa é a forma mais eficiente de ajustar os níveis de vitamina D no organismo, ele representa quase 90% de toda vitamina D presente no corpo humano.

Para conseguir a produção de vitamina D por meio da exposição solar, basta deixar braços e pernas sob o sol por 15 minutos diários em horários antes das 10 das manhã ou após as 16h.

E a segunda é através da alimentação, para isso é preciso consumir produtos como peixes de águas frias, leite, ovos, cogumelos, fígado e mariscos.

Mas, ainda existe uma terceira opção indicada apenas para quem tem deficiência dessa vitamina e para seu ajuste, é o suplemento.

Ele deve ser consumido conforme orientação médica e apenas até que as taxas de vitamina D sejam ajustadas e a dieta seja alterada para que os níveis se mantenham dentro da normalidade.

 

Remédios

Remédios para dormir – Lista dos melhores

Com a rotina corrida que é exigida nos dias de hoje e o consequente aumento do estresse, cada vez mais pessoas têm buscado alternativas para conseguir ter uma boa noite de sono.

AS preocupações com as atividades do dia seguinte ou algum problema que precisa ser solucionado ou até mesmo questões de saúde influenciam essa falta de sono.

Por conta disso a procura por remédios para dormir vem crescendo e cada dia mais pessoas se tornam usuários frequentes desse método.

Existem diversas alternativas de medicamentos para dormir, podem ser drogas farmacêuticas ou alternativas naturais.

remedios para dormir

Remédios para dormir:

As principais classes de remédios usados para dormir são:

  • Antidepressivos:

O medicamento mais usado dessa classe é o Prozac, ele tem ação relaxante e calmante, esses efeitos podem ajudar aqueles que não conseguem dormir por preocupação ou pela agitação da rotina.

  • Benzodiazepínicos:

As opções mais usadas são Rivotril, Lexotan e Lorax. Esse é o grupo de medicamentos mais usado para combater a insônia e também a ansiedade.

  • Não benzodiazepínicos:

O mais utilizado nesse grupo é o Buspar, ele tem ação parecida com a dos benzodiazepínicos mas causa menos efeitos colaterais e menor dependência com o uso prolongado.

Esses medicamentos são considerados controlados pois precisam ser usados sob orientação médica.

Quando consumidos de maneira indiscriminada podem causar dependência, efeito rebote e até efeitos colaterais.

Alternativas naturais:

Existem diversas alternativas para quem sofre com o problema da falta de sono esporadicamente, algumas mudanças de hábitos podem te ajudar a acabar com o problema sem precisar usar qualquer tipo de medicação.

  • Chás:

Alguns chás têm ação calmante que podem ajudar a combater casos de insônia que acontecem pelo estresse do dia ou pela preocupação com o dia seguinte. Além dos efeitos das ervas, os chás são diuréticos e ajudam a controlar a pressão arterial.

Escolha opções como chá de camomila, chá de folha de maracujá, chá de maçã.

  • Meditação:

Já é comprovado que a meditação tem relação com o estado emocional, mas ela também influencia na quantidade de hormônio presente no organismo e ajuda a melhorar o foco e a concentração, além de relaxar todo o corpo e a mente.

  • Alimentação:

Manter uma alimentação saudável pode ajudar a controlar a falta de sono, refeições muito grandes ou com alimentos difíceis de serem digeridos podem afetar a qualidade do seu sono.

Consumir mais alimentos ricos em triptofano também ajuda a diminuir os quadros de insônia, esse aminoácido é o precursor da melatonina que é o hormônio do sono, ou seja, mais melatonina mais sono.

  • Suplementos:

Existe também suplementos que são comumente usados para combater a insônia, como por exemplo a melatonina, passiflora e a valeriana.

A melatonina é o hormônio responsável por indicar ao corpo que é hora de dormir, ela causa diminuição do ritmo cardíaco, relaxa o corpo e o prepara para a noite, sua reposição pode ajudar a aumentar a sensação e desejo de dormir.

A passiflora e a valeriana são substâncias naturais que tem efeito calmante e que quando consumidas em dosagem maiores, como no caso dos suplementos, podem ajudar efetivamente no aumento do sono.

Vitaminas

Conheça os benefícios da vitamina B1

Conhecida também como Timina, a vitamina B1, foi a primeira descoberta da classe de complexo B. Contendo inúmeros benefícios para o corpo, você descobrirá que essa vitamina será sua maior aliada no quesito de saúde. Um equilibrado nível de B1 no corpo pode gerar uma eficiência no sistema nervoso e restante do corpo, que poderá contribuir diretamente em perdas de peso, aumento de massa magra (músculos) e outros fatores que iremos comentar mais à frente.

Conheça agora todos os benefícios que a Vitamina B1 poderá te trazer!

Aumento de Energia

Este é um dos maiores benefícios da vitamina B1. A concentração da mesma, pode gerar uma ativação, no organismo, das enzimas que têm a função de auxiliar a oxidação do açúcar, se tornando assim, uma das principais fontes de energia do corpo.

É importante comentarmos que este aumento de energia gera também uma disposição surreal naqueles que possuem tal vitamina em seu organismo, ajudando assim, pelo acumulo de funções, que, indiretamente, aumentará a quantidade de exercícios, e emagrecimento.

Aumento da Saúde do Coração

Um dos benefícios da Vitamina B1 é que ela é capaz de produzir neurotransmissores de acetilcolina. Este, é um dispositivo responsável pelo envio de mensagens do cérebro aos músculos, incluindo assim, o coração. Consequentemente, a saúde cardíaca dos que possuem um nível equilibrado de vitamina B1 no organismo.

Aumento da Saúde Óptica

Para a visão, a Vitamina B1, o benefício principal é na menor ocorrem ia de casos de pacientes de cataratas. Pacientes que possuem um nível adequado de vitaminas, coincidem de as células serem, diretamente, capacitadas em retardar o processo desta terrível doença.

Aumento na capacidade digestiva

Simulando a secreção do ácido clorídrico presente em nosso organismo, a Vitamina B1 promove uma melhoria na absorção dos nutrientes recolhidos dos alimentos. Por isso, a vitamina B1 pode ser a causa também de uma vida saudável, tanto em questão corpórea, quanto na contenção de problemas indigestos.

Ajuda na Perda de Peso

Por último, mas, com certeza, não menos importante, é na ajuda, indireta, na perda de peso. O principal papel desta vitamina é manter a nutrição do organismo, assim como sua saúde, equilibrada. A perda de peso é, basicamente, uma consequência de todo o aglomerado de efeitos que a Vitamina B1 executa.

Seja pela ativação de enzimas ou pelo aumento de energia no sangue, a vitamina dispõe disposição. Além de ser de extrema importante em nossa vida e não deve ser, nunca, ignorada em nossas dietas.

Uncategorized

Conheça a Vitamina B6 e suas propriedades

Também chamada de Piridoxina, a Vitamina B6 desempenha inúmera funções em nosso organismo. Sua principal função é manter o nosso metabolismo equilibrado, adequar a produção de energia e neurotransmissores, proteção de neurônios e produzir importantes substancias para um funcionamento correto do sistema nervoso.

A vitamina B6 pode ser encontrada em vários alimentos, sendo eles: Carnes, leite, espinafre, lentilha, fígado, batatas, peixes e frutas. Consumir alimentos que possuem vitamina B6 pode ser de extrema importante para saúde, pois ela participa ativamente em nosso organismo.

Veja a seguir, as principais funções da Vitamina em nosso corpo:

  • A Vitamina B6 atua na produção de energia no corpo humano;
  • Produz neurotransmissores (são importantes substâncias que agem para o bom funcionamento de todo o sistema nervoso);
  • Age para a melhoria do sistema imune;
  • Previne doenças graves, como a anemia. Estimula a produção das hemácias (células que levam o oxigênio pelo sangue);
  • Previne inúmeras doenças cardíacas;
  • Previne que gravidas tenham enjoos matinais;
  • Juntamente com a Vitamina A, pode prevenir doenças visuais, como e perda de visão;

Para adquirir Vitamina B6 não é necessário apenas comer alimentos naturais, você poderá também encontrar a vitamina em formato de cápsulas ou em remédios naturais líquidos. Lembrando que ingerir em grande quantidade deve ser apenas em ocasiões de carência da vitamina ou por prescrição médica.

A Piridoxina (vitamina B6) desempenha inúmeras funções em nossos organismos. Como comentamos acima, poderá ser encontrada tanto em alimentos naturais ou remédiFos. A importante ingestão de tal vitamina, dá-se ao fato de que a mesma protege os nossos neurônios e ajuda na produção de neurotransmissores.

É importante que você conheça alguns sintomas que podem surgir, quando um organismo está carente desse suplemente natural. Por isso, sempre que surgirem tais indícios, procure um médico ou vá atrás de uma alimentação mais adequada, indicada por nutricionistas ou nutrólogos.

O paciente pode apresentar:

  • Depressão, confusão mental ou quaisquer problemas no sistema nervoso;
  • Problemas na pele, rachaduras nos cantos da boca ou como Dermatite;
  • A língua inchada;
  • Sistema imunológico enfraquecido.
  • Princípios de Anemia, que podem se tornar leucemia – devido à falta de hemoglobina;
  • Cansaço e sonolência;